Cristina + Marco

Atualizado: 28 de Out de 2019

Demorei algum tempo até decidir o que queria escrever neste post. O que podia dizer sobre ele.

Para mim, foi um dia muito especial. Fotografei uma das professoras que mais me marcou, a minha professora de História do básico. Foi o dia de rever uma cara que me é tão familiar que sempre viveu na minha memória, independentemente do passar dos anos.

Para todos, foi também especial por toda a energia que pairou, pelas emoções vividas, e por todas as lágrimas e gargalhadas que partilhámos pela noite fora. Foi celebrar um amor, a renovação de uma vida em conjunto que dura há mais de 25 anos. Bodas de prata, uma família recheada de boas pessoas, bem dispostas e que transbordam amor umas pelas outras. É tão bonito partilhar um espaço com pessoas que se querem tanto. Que são unidas, que recebem uma pessoa de fora de braços abertos, e que vão mostrando às novas gerações o que o amor deve ser, saudável, companheiro e de cortar a respiração.

Uma família em que não há cá "a senhora fotógrafa" nem tratamentos por você. Em que a partir do momento em que se está lá, está-se por inteiro e bem recebido.

Uma família em que os mais novos, que começam as suas jornadas na vida romântica, não têm medo de amar e mostrar que amam. Em que não há preconceito e todos ali são o que são. Sem vergonhas, sem mentiras, sem "os mais velhos não podem saber". São todos iguais e são todos um só.


Quanto à Cristina e ao Marco, ainda se olham como se tivessem 20 anos. A sua cumplicidade é inacreditável, incomparável e, como diria a minha avó, é daqueles amores que "só visto, contado ninguém acredita". Dois companheiros que caminham de mãos dadas, independentemente das adversidades da vida. Que venham mais 25! E que continuem com todo este exército de pessoas a acompanhar as vossas vitórias e a festejá-las ao vosso lado.


A festa foi preparada pela filha Beatriz, e pela sobrinha e afilhada Inês.


"A Rita foi minha aluna. Sorriso doce e alguma timidez faz parte do melhor da minha profissão... os alunos maravilhosos que conheço e com quem me vou cruzando ao longo da vida. Quando me casei não tive fotógrafo oficial porque não tínhamos muita paciência para as formalidades mas quando anos mais tarde vi o trabalho da Rita, percebi que tinha descoberto a minha fotógrafa para a festa dos 25 anos de casada. E assim foi... A Rita doce e discreta transporta isso para as fotografias e trabalha com o coração. Obrigada Rita. Só tu podias ter feito parte deste dia tão feliz."