Teresa

Hoje estava a apagar coisas do meu computador e encontrei este texto que escrevi em dezembro de 2019. No Natal ofereci-lhe um livro criado por mim, com textos sobre as avós, escritos por grandes escritores como José Saramago. No final incluí um texto da minha autoria. Por isso, quando nos deixou em março, consegui sentir que não tinha deixado nada por lhe dizer. Apeteceu-me partilhar com o mundo para que todos tenham um pedaço do que era a minha avó.

Podem também ler este texto que fiz sobre a minha avó em março de 2018 para o projeto MMM - Minhas Mulheres de Março.


"Eu nunca conheci ninguém tão especial como a minha avó. Não sei se era a forma como graciosamente sempre fez frente às batalhas que a vida lhe travou, ou a habilidade de amar todos os membros da nossa família incondicionalmente, independentemente das suas falhas, independentemente de serem do seu sangue, independentemente de lhe darmos esse amor de volta ou não. Há algo nesta mulher que me faz querer ser como ela. A minha avó é a pessoa mais humana que eu conheço. Que ama e respeita todas as pessoas e todos os animais. Eu não tenho palavras suficientes para lhe agradecer tudo o que fez par tornar a minha vida melhor, mas posso tentar. Querida avó, Uma coisa é certa, não te mostro o quanto sou grata por te ter. Antes de mais, obrigada por teres nascido. Pode parecer engraçado, mas estou a falar a sério! Tu começaste esta família e o teu legado continuará a crescer. Por mais diferentes que todos sejamos uns dos outros, temos algo em comum: o teu amor por nós. Criaste o exemplo perfeito do que é amar e ser amado para a nossa família e por isso estou-te grata. Obrigada por teres sido a mulher guerreira que sempre foste. Por teres travado as tuas batalhas, por nunca ter desistido. És a maior personagem que tenho na minha vida, rio-me a comentar com os outros que tenho a minha avó comunista que andou debaixo de olho da PIDE. Mas emociono-me de orgulho quando penso que a vida nunca te deu tréguas e mesmo assim tu nunca deixaste de lutar. És a mulher que começou a trabalhar na Gulbenkian a limpar escadas, que se interessou pelos tubos de ensaio, foi estudar de noite e acabou a trabalhar lá como cientista. Hoje vários alunos aprendem com os teus relatórios na faculdade de Ciências.

És um exemplo de como somos capazes de tudo, de que nunca devemos desistir dos nossos sonhos.

Obrigada por me apoiares em tudo o que faço. Não importa o que é, estás sempre lá. Não me lembro de um único recital de dança, jogo ou peça onde não estivesses a aplaudir-me na plateia. Obrigada por seres uma mestre na cozinha. Sei que toda a gente diz que a sua avó é a melhor mas eu não conheço ninguém que cozinhe melhor que tu. Obrigada por teres partilhado comigo algumas das tuas receitas para que, um dia, eu possa passa-las à minha neta. Algumas das minhas memórias favoritas são passadas contigo na cozinha, a conversar. Quando partilhávamos tudo uma com a outra e éramos confidentes – aquela designação que tanto gostas e que ficaste toda contente quando, depois da adolescência, te voltei a chamar de tal.

São momentos que nunca irei esquecer.


Obrigada pelo teu amor incondicional. Quando estou contigo, sinto--me segura. O teu amor irradia quentinho e felicidade, energias positivas e é impossível sentir negatividade quando estou contigo. A minha casa é nos teus braços, é em ti que procuro conforto e nunca, nem uma vez, me deixaste ficar mal. O teu amor por nós, estabeleceu para mim uma noção muito óbvia do que deve ser a família e como se deve amar um filho. E para mim, o amor que tens pelas tuas netas é o exemplo perfeito de como amar é importante. De como estar lá para amparar as quedas é uma ação muitas vezes desvalorizada, mas em retrospetiva é tranquilizante pensar que mesmo quando nos consideramos perdidos e desprotegidos, temos sempre uma rede de segurança para caso corra tudo mal.



Para terminar, obrigada por seres tu. Com 81 anos, és a pessoa mais querida, meiga, bondosa, engraçada e fantástica que conheço. És um anjo na Terra. Daqueles que protegem os outros, sabes? Daqueles que só por existirem já nos deixam felizes. Todos os dias eu espero fazer-te orgulhosa de mim. Ensinaste-me a ser a melhor pessoa que consigo. Quando me dizem que sou parecida contigo, e que há muito de ti em mim, sinto-me honrada. E ao mesmo tempo, se alguma vez conseguir ser um terço da mulher que és, eu já fico contente. És a minha pessoa preferida do mundo inteiro, e tu sabes. Estou eternamente grata por te ter na minha vida, eternamente grata por ser tua neta."


Penso em ti todos os dias. As saudades não me cabem no peito.